OE2019: Assunção Cristas considera que proposta mostra um “profundo desconhecimento” do país
Terça, 20 Novembro 2018 23:33    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

assuncao cristas leiria oe2019 2A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, considerou hoje que a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) mostra um “profundo desconhecimento” e está de “costas voltadas” para o país.

“É um Orçamento que mostra um profundo desconhecimento e uma grande insensibilidade àquilo que é o conjunto do nosso país e as necessidades de coesão territorial”, afirmou Assunção Cristas, numa sessão de apresentação da proposta de OE2019 aos militantes e simpatizantes do CDS-PP, no concelho da Batalha, distrito de Leiria.

A líder do CDS-PP acrescentou que este é um “Orçamento feito em Lisboa de costas voltadas para o resto do país”.

“Basta ver nos passes das áreas metropolitanas. Se há uma política diferente, que seja para todo o país e que não se esqueça o resto do país onde, muitas vezes, não há rede de transportes coletivos sequer para poder fazer este tipo de políticas, mas onde há portagens e o peso do gasóleo e da gasolina a penalizar as empresas e as famílias”, salientou.

Assunção Cristas afirmou também que a proposta do Governo, liderado pelo socialista de António Costa, é “capaz de ficar conhecido para a história como o orçamento da tourada”.

“Olhando para o IVA da Cultura, percebemos que há um país em Lisboa que não olha para o resto. Não são só os espetáculos tauromáquicos que estão em causa, mas é tudo o que é espetáculo ao ar livre”, assinalou.

A líder centrista frisou que “basta sair de Lisboa para perceber que a generalidade das manifestações culturais são eventos ao ar livre”.

Por isso, “quando aparece uma proposta para afastar a tourada, mas não só, que só fala dos recintos fechados” está a ser excluída “uma grande parte da cultura que é produzida em todo o país”, sublinhou.

Assunção Cristas, que apontou algumas das propostas de alteração ao OE2019 apresentadas pelo partido, considerou "inédito" que o primeiro-ministro "não tenha apresentado" a proposta de OE na Assembleia da República.

“É um primeiro-ministro que se esconde e não apresenta o seu Orçamento. Quando houver alterações de regimento havemos de propor que seja obrigatório o primeiro-ministro dar a cara e submeter-se a perguntas sobre o Orçamento do Estado”, revelou.

Ainda sobre a proposta, a presidente do CDS-PP referiu que "diz uma coisa, mas depois vai ser executado de forma muito diferente".

"A verdade é que os orçamentos aprovados não correspondem aos executados e isso sente-se no corte profundíssimo do investimento público que tem impacto em várias áreas, da saúde aos transportes, à manutenção das infraestruturas, naquilo que não se vê e vejam como agora estamos com este drama da estrada que abateu em Borba”, acrescentou.

 

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga