CDS diz que “tudo fará” para travar “vingança sobre os contribuintes” proprietários de Lisboa
Quinta, 22 Março 2018 22:03    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
joao almeida copy copy copy

O CDS-PP anunciou hoje que "tudo fará" para travar a "vingança sobre os contribuintes" proprietários de imóveis em Lisboa de alterarem a suas declarações de IRS devido à devolução da taxa de proteção civil, declarada inconstitucional.

"Se por acaso, passar pela cabeça do Governo manter esta ideia, o CDS tudo fará no parlamento e, se necessário for, através de uma iniciativa legislativa, para que o PS, que na Câmara de Lisboa cobrou uma taxa inconstitucional, e o PS no Governo, que quer, numa espécie de vingança sobre os contribuintes que receberam de volta aquilo que nunca deviam ter pago, obrigá-los a retificar essas declarações de IRS", disse João Almeida.

Em causa está uma informação prestada pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais à Associação Lisbonense de Proprietários, segundo a qual quem tem imóveis arrendados e que deduziu, em sede de IRS, o valor relativo à taxa de proteção civil, terá de corrigir as declarações de IRS, conforme foi avançado pelo jornal 'online' Observador.

Falando aos jornalistas, no parlamento, o deputado e porta-voz centrista apelou a que, sendo essa medida "um erro do Governo, que seja imediatamente corrigido, e que não passe pela cabeça da Administração Tributária vir a cair sobre os contribuintes com esta obrigação".

O dirigente do CDS sublinhou que "durante três anos, a Câmara Municipal de Lisboa, abusivamente, cobrou essa taxa e recebeu essa receita".

"Obrigada pelo Tribunal Constitucional a devolver um dinheiro que nunca devia nem podia ter cobrado, fê-lo sem juros, de uma maneira que é, obviamente, desrespeitadora de todos aqueles que pagaram uma taxa que não deviam, que não podia ser cobrada, financiaram gratuitamente a Câmara, a partir do momento em que a Câmara não devolve esses juros", argumentou.

Para João Almeida, "o cúmulo é o Governo, também do PS, como a Câmara nestes últimos três anos, vir agora obrigar os contribuintes a alterarem as suas declarações de IRS, quando o que aconteceu foi uma cobrança ilegal, inconstitucional, da Câmara Municipal de Lisboa".

Actualizado em ( Segunda, 26 Março 2018 22:07 )
 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga