CDS-PP confronta Governo com necessidade de intervenção na EN 3
Terça, 10 Abril 2018 17:48    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

en2Os deputados do CDS-PP Hélder Amaral e Ana Rita Bessa questionaram o Governo sobre a necessidade de intervenção na EN 3.

Na pergunta enviada ao Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, os deputados do CDS-PP questionam se este tem conhecimento do estado em que se encontra o troço da EN3 entre a localidade do Carregado (Alenquer) e a vila de Azambuja, no distrito de Lisboa.

Os deputados querem também saber se a Infraestruturas de Portugal está, neste momento, a proceder a intervenções na EN3, e quais, se os prazos a que se referem os responsáveis da Infraestruturas de Portugal, numa notícia do Público de 12 de dezembro de 2016, estão a ser respeitados, se das intervenções previstas, nomeadamente aquela a que a Infraestruturas de Portugal se refere como “grande requalificação”, resultará uma estrada com separadores centrais, melhoria de pavimento e alargamento das faixas de rodagem e, ainda, quando estarão concluídas as obras que garantem mais segurança rodoviária para todos os utentes daquela estrada.

O combate à sinistralidade rodoviária tem vindo a ser uma preocupação de Portugal, esta preocupação tem assim sido transversal a todos os Governos ao longo dos últimos anos, motivo que aliás contribuiu para a obtenção de resultados positivos, uma vez que a sinistralidade nas estradas em Portugal reduziu entre 2001 e 2010 quase em 50%.

Os anos mais recentes, contudo, não têm constituído um exemplo semelhante à tendência verificada até 2010, dado que as variações a que vimos assistindo desde 2016, no período homólogo que vai de 1 de janeiro a 31 de março, apresentam já os seguintes números, no que respeita a vítimas mortais:

 

ANO

MORTOS

2016

110

2017

98

2018

113

*NOTA: Dados recolhidos pela ANSR – Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

 

Um dos fatores que contribui significativamente para a verificação de acidentes de viação está diretamente relacionado com o ambiente rodoviário e a sua infraestrutura. Isso mesmo confirmou um estudo da Universidade da Beira Interior, quando concluiu que a relação da infraestrutura com os acidentes pode chegar a cerca de 34% num trinómio que envolve, para lá da infraestrutura, o utente e o veículo.

O CDS recebeu recentemente um conjunto de utentes da Estrada Nacional número 3 (EN3) que nos deram nota de que a ligação entre a localidade do Carregado (Alenquer) e a vila de Azambuja, no distrito de Lisboa, registou entre 2000 e 2015 um total de 457 acidentes, dos quais resultou a morte de 30 pessoas.

Para o conjunto de utentes deste importante troço rodoviário nacional, é fundamental que se invista naquela estrada. Só existirá mais segurança naquela via no dia em que se conseguir a colocação de separadores centrais, a melhoria do pavimento e o alargamento das faixas de rodagem.

Neste momento, e de acordo com uma notícia do Jornal “Público” de 12 de dezembro de 2016, deveriam estar a decorrer intervenções, já que se assumiu, na notícia em causa, que: «A empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP) promete investir, nos próximos três anos, na melhoria das condições de segurança rodoviária no troço da Estrada Nacional 3 que liga as vilas de Azambuja e do Carregado. Em resposta às questões colocadas pelo PÚBLICO, o gabinete de comunicação da Infraestruturas de Portugal informou, esta segunda-feira, que a IP tem previstas várias intervenções naquele troço para executar em 2017 e 2018 e que a empreitada de “grande requalificação” da via está programada para 2019.».

Constituindo este troço uma via de grande fluxo de trânsito e sabendo nós da perigosidade que o mesmo representa para a segurança rodoviária, entendemos ser importante pedir alguns esclarecimentos ao Ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga