Assunção Cristas afirma que agricultura "tem sido parente pobre" do Governo
Quinta, 06 Setembro 2018 14:16    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

assuncao cristas aA presidente do CDS-PP disse hoje, em Valada, Cartaxo, que a agricultura “tem sido o parente pobre do Governo”, que não está a aplicar “devidamente” os fundos europeus disponíveis.

Assunção Cristas falava durante uma visita à Agroglobal – Feira das Grandes Culturas, que decorre desde quarta-feira nos cerca de 200 hectares de terreno do mouchão da Fonte Boa, propriedade do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), junto ao rio Tejo, contando com a presença, até sexta-feira, de 400 expositores e uma centena de máquinas agrícolas a trabalhar em diferentes campos cultivados propositadamente para o evento.

A líder centrista disse ter encontrado nesta feira profissional “uma coisa extraordinária: um setor resiliente, a trabalhar, a crescer”, mas onde escutou “críticas a um Governo que não disponibiliza os fundos comunitários, que não põe o PDR 2020 a funcionar bem”, levando “muita gente” a “desistir de fazer candidaturas e concursos”.

“Não estão para ficar à espera, perante a incerteza, andam por si. Se têm dinheiro, investem, se não têm, não estão à espera dos fundos comunitários, o que é pena porque com essa alavanca e esse apoio certamente este dinamismo e a vivacidade do setor poderia ser mais aproveitada e levar-nos mais longe”, declarou.

Cristas deu os “parabéns” ao setor, “porque apesar ser o parente pobre do Governo não desiste, continua a desenvolver-se e está à vista”.

Durante a visita à Agroglobal, Cristas assistiu ao final da palestra proferida pelo ex-líder centrista Paulo Portas, que falou sobre “Tendências, Riscos e Oportunidades para a Agricultura Portuguesa no Mundo Atual”.

“É um gosto ouvi-lo. Vimos uma assistência agarrada por aquilo que é a sua análise de um mundo muito global, com muitos desafios e também com muitas oportunidades, e na perspetiva do CDS o que temos que fazer é agarrar essas oportunidades”, afirmou.

Questionada sobre a demissão de 52 diretores e chefes de serviço no Hospital de Gaia, concretizada quarta-feira, Cristas afirmou que esse é “mais um exemplo do país real que não cola com o país das palavras do primeiro-ministro, que é o país das maravilhas”, frisando que o CDS vai querer “obter todas as explicações”.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga