CDS-PP exige respostas do Governo para doentes paliativos
Sexta, 07 Setembro 2018 22:00    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Galria Neto BancadaO CDS-PP manifestou hoje indignação face à exclusão dos doentes com necessidades paliativas da rede de cuidados continuados, exigindo uma resposta do governo que garanta o acompanhamento necessário destes casos por se tratar de uma matéria de segurança social.

"Isto é qualquer coisa muito preocupante, quando estávamos à espera que este governo investisse no apoio a estes doentes, que estão em situação muito vulnerável, limita o acesso dos doentes paliativos à rede de cuidados continuados", disse à agência Lusa a deputada Isabel Galriça Neto.

A parlamentar reagia à publicação de uma portaria que levou já a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos a manifestar "perplexidade" e "preocupação" com a decisão de excluir da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados doentes com necessidades paliativas.

Tal como a associação, o CDS-PP considera que está em curso "um retrocesso" na prestação de cuidados de saúde.

"Que resposta tem o governo para estes doentes e famílias, onde estão as esquerdas unidas?", questionou Galriça Neto, afirmando que dezenas de milhar de doentes serão prejudicados com a medida.

A deputada garantiu que o CDS-PP vai continuar a acompanhar a situação e estimou que será colocada uma maior pressão sobre os hospitais e as urgências, dada a ausência de respostas para estes doentes: "Para onde vão estes doentes? O que vão fazer as famílias?".

A deputada, médica de formação, sustentou que as redes de cuidados continuados e paliativos não são estanques e que os pacientes com necessidades paliativas menos complexas podem transitar entre os dois tipos de unidade.

"Isto é de uma imensa gravidade", declarou, acusando o governo de pretender "passar entre os pingos da chuva" com a publicação da portaria.

"Esperamos que o governo inverta esta situação", disse, defendendo que está em causa o respeito pelos doentes e a dignidade.

As reações surgem um dia depois da publicação, em Diário da República, da portaria que define as condições de instalação e funcionamento da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI).

A associação havia já reagido para afirmar que o diploma inclui agora como critério de não admissão em unidades e equipas da rede "as pessoas com necessidades de cuidados paliativos".

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga