CDS quer saber se Governo vai fazer um Orçamento responsável ou de taxas Robles e impostos Mortágua
Segunda, 10 Setembro 2018 18:32    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

joao almeida passos perdidos gpO CDS-PP desafiou hoje o Governo a esclarecer se tem abertura para "promover a taxa Robles" no próximo Orçamento do Estado, medida proposta pelo BE para travar a especulação imobiliária e que os centristas apelidam de "demagógica".

No domingo, a coordenadora do BE, Catarina Martins, anunciou que propôs ao Governo a criação de uma taxa para travar a especulação imobiliária, medida que espera ver aprovada no Orçamento do Estado para 2019.

Hoje, em declarações aos jornalistas no parlamento, em Lisboa, o porta-voz do CDS-PP, João Almeida, defendeu que o que interessa saber e que é importante é que “fique claro desde início” se, da parte do Governo, há alguma abertura para, depois de ter “promovido o imposto Mortágua”, “agora promover a taxa Robles”.

"É muito importante saber se o Governo quer aproveitar este último orçamento da legislatura para mostrar aquilo que efetivamente o PS, que faz parte do Governo, quer para as finanças públicas do país ou se este orçamento vai, da parte do Governo, ser mais uma manta de retalhos, que acolhe impostos Mortágua, taxas Robles e tudo aquilo que faça parte do discurso demagógico dos partidos que apoiam o Governo", sublinhou.

O CDS-PP, continuou João Almeida, lança assim "um repto ao Governo para saber se o Governo quer fazer um orçamento responsável de sua iniciativa ou se, mais uma vez, está só preocupado com a gestão política e sobrevivência e vai acolher este tipo de propostas demagógicas para fazer mais uma manta de retalhos".

"O Bloco de Esquerda veio já apresentar uma proposta que, tal como noutros anos, significa aquilo que, para o Bloco de Esquerda, é a abertura do período de caça ao contribuinte", acusou.

Segundo João Almeida, os bloquistas "todos os anos procuram perseguir alguém, com alguma taxa, com algum imposto, para dessa forma fazerem a sua propaganda, mas acima de tudo prejudicarem a economia portuguesa".

"No caso concreto, uma taxa sobre aqueles que fazem negócios imobiliários é até extraordinário, atendendo aquilo que foi o último verão e parece um caso prático que demonstra aquilo que é a atuação de dirigentes do próprio Bloco de Esquerda", criticou.

João Almeida referia-se à polémica que terminou com a demissão do ex-vereador bloquista na Câmara de Lisboa, Ricardo Robles, na sequência de uma notícia segundo a qual, em 2014, o autarca adquiriu um prédio em Alfama por 347 mil euros, que foi reabilitado e posto à venda em 2017, avaliado em 5,7 milhões de euros.

"O BE teve uma iniciativa neste verão que se chamava 'a propriedade é um roubo'. É um partido, que apoia este Governo, e que entende que propriedade é roubar", condenou.

Mas, para João Almeida, "muito mais do que a demagogia do BE, que a hipocrisia do BE", é importante "avaliar até que ponto é que o Governo continua ou não a seguir este tipo de discurso e este tipo de propostas".

Segundo disse a líder do BE no domingo, a medida foi proposta ao Governo PS em maio e terá um mecanismo semelhante à taxação "dos movimentos da especulação em bolsa".

"Quando alguém compra e vende num curto período e faz muito dinheiro paga uma taxa de imposto especial. Também no imobiliário, para travar a bolha especulativa, quem compra e vende num curto período de tempo com muito lucro paga uma taxa de IRS particular, penalizadora", explicou.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga