CDS-PP critica nova Lei das Armas e propõe audição pública no Parlamento
Segunda, 24 Setembro 2018 14:15    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

melo  telmo pressO CDS-PP criticou hoje a nova lei das armas, acusou o Governo de fazer um diploma "assente em equívocos e preconceitos" e vai propor uma audição pública, no parlamento, sobre o tema, conforme expresso no Requerimento dirigido ao presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias (CACDLG).

O anúncio foi feito pelo eurodeputado Nuno Melo e pelo deputado Telmo Correia, coordenador do CDS-PP na CACDLG, numa conferência de imprensa na Assembleia da República, na qual alertaram para os efeitos que a lei pode ter em centenas de milhar de pessoas, entre caçadores, colecionadores, atiradores desportivos ou, inclusive, pessoas que herdaram uma arma.

No Requerimento, o CDS-PP recorda que foi recentemente aprovada, em Conselho de Ministros, a Proposta de Lei que altera o regime jurídico das armas e suas munições, transpondo a Diretiva 2017/853 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 17 de maio de 2017, e adequando a legislação nacional ao disposto do Regulamento (UE) n.º 258/2012, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 14 de março de 2012.

Trata-se, como é sabido, de uma iniciativa que afetará centenas de milhares de caçadores, atiradores desportivos, colecionadores e outros detentores legais de armas, bem como um sector com grande impacto em todo o território nacional e que representa anualmente, do ponto de vista económico, milhões de euros e milhares de postos de trabalho.

Sucede que várias das soluções propostas são profundamente controversas e injustificadas, nomeadamente:

1. Nas alterações profundas que em nenhum momento constam da Diretiva em causa e que não terão paralelo noutros países da União Europeia;

2. Na revogação das isenções de que os membros das forças de segurança beneficiam, relativamente às armas de sua propriedade;

3. Nas alterações aos artigos 13.º e 14.º da Lei 5/2006, de 23 de fevereiro (Lei das Armas) que irão, na prática, extinguir quase por completo a emissão de Licenças para uso e porte de arma das classes B e B1;

4. Na extinção das Licenças de Detenção renováveis de 10 em 10 anos e, bem assim, a extinção das Licenças de Detenção Vitalícias;

5. Na imposição do limite de 25 armas das categorias C e D, detidas por cada caçador, impedindo opções necessárias à prática diversificada de atividades cinegéticas possíveis e implicando a alienação no excedente, que acarretará prejuízos de milhares e mesmo milhões de euros aos atuais proprietários;

6. Pela violação de direitos adquiridos e direitos constitucionais de propriedade.

Para os titulares legais de armas supramencionados, trata-se de um conjunto importante de alterações ao regime de detenção e uso das armas com grave impacto a diferentes níveis, e que justifica, mesmo antes da discussão da iniciativa legislativa do Governo em sede parlamentar, que se faça uma audição pública parlamentar sobre este tema, da qual façam parte as associações e individualidades mais relevantes para a abordagem desta temática.

Pelo exposto, o CDS-PP propõe à Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias que delibere a realização de uma audição pública sobre esta matéria, para ouvir as associações e as individualidades que, pelo mérito e pelo acompanhamento que têm feito destas questões, possam contribuir para o aprofundamento do conhecimento das mesmas e para apontar as soluções e medidas mais adequadas, com vista ao aperfeiçoamento da Lei das Armas.

Para essa audição, o CDS-PP propõe desde já que se convide as seguintes associações:

- ANPC – Associação Nacional de Proprietários Rurais

- CPM – Clube Português de Monteiros

- Clube de Monteiros do Norte

- FPTAC – Federação Portuguesa de Tiro com Arma de Caça

- FPT – Federação Portuguesa de Tiro

- APPEAH – Associação Portuguesa para Preservação e Estudo de Armas Históricas 

- APCM – Associação Portuguesa de Colecionadores de Munições

- APCA – Associação Portuguesa de Colecionadores de Armas

- AACAM - Associação Açoriana de Colecionadores de Armas e Munições 

- AAP - Associação Armeira de Portugal 

- FENCAÇA - Federação Portuguesa de Caça

- Associação Lusitana de Airsoft

- Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses

- Federação Portuguesa de Tiro com Arco

- Associação Nacional de Proprietários e Produtores de Caça.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga