CDS desafia "partidarite" da esquerda e apela ao voto no pacote da natalidade
Terça, 25 Setembro 2018 15:09    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

filipe anacoreta correia copy copy

O CDS-PP desafiou hoje os partidos de esquerda a porem de lado “a partidarite” e aprovarem o pacote de incentivo à natalidade, na quinta-feira, no parlamento, por ser um desígnio e uma prioridade nacionais.

“A nossa expectativa é que possa haver abertura e possam ser aprovadas e discutidas”, afirmou o dirigente e deputado Filipe Anacoreta Correia numa conferência de imprensa, na sede nacional do CDS-PP, ao lado da líder do partido, Assunção Cristas.

O CDS-PP anunciou que parte das 23 medidas hoje apresentadas – sete projetos de lei e dois projetos de resolução – serão transformadas em propostas para o Orçamento do Estado de 2019, em debate no parlamento a partir de 15 de outubro. Nem o PS, nem o PSD anunciaram, até ao momento, o seu sentido de voto.

“Sendo esta a prioridade, devem ser as políticas para a família a condicionar o exercício orçamental e não o inverso”, justificou, qualificando ainda de desígnio nacional o objetivo de inverter a queda da natalidade.

O deputado democrata-cristão afirmou a expectativa de que, na Assembleia da República, “possa haver mais do que uma partidarite” que tem levado os partidos, nomeadamente da esquerda, a chumbar as propostas do CDS-PP, como aconteceu com o anterior pacote da natalidade.

A reintrodução do quociente familiar, exemplificou Anacoreta Correia, existe há 70 anos na França, adotada por um governo de esquerda, e hoje é este o país que "tem a taxa de natalidade mais elevada da União Europeia".

O pacote de medidas de incentivo à natalidade que o CDS-PP leva a debate na quinta-feira, no parlamento, prevê uma redução do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e do IRS, dependente do número de filhos.

Quanto ao IMI, o projeto prevê que as câmaras municipais decidam uma redução de 10% a quem tiver um filho, 15% a casais com dois e 25% com três ou mais filhos.

Os democratas-cristãos querem ainda isentar de IVA “todas as entidades promotoras de creches, jardins-de-infância, lares” para “promover uma bonificação às empresas que sigam práticas amigas da conciliação do trabalho com a vida familiar, da igualdade de género e da natalidade”.

Outra das propostas é que não seja aplicado o fator de sustentabilidade aos trabalhadores que peçam a reforma aos 65 anos e que tenham mais de dois filhos e uma redução a metade a quem tiver dois filhos.

É ainda sugerida uma mudança ao Código do IRS, com o objetivo de “repor e reforçar” o quociente familiar, criado pelo anterior Governo PSD/CDS, que reforçava os benefícios a quem tivesse um terceiro filho, e foi revogado pelo atual executivo do PS.

No Código do Trabalho, aumenta-se a duração da licença parental inicial para os 210 dias (sete meses) e a duração da licença parental inicial a partir do terceiro filho, além de dar benefícios de IRC às empresas que “promovam comportamentos familiarmente responsáveis”.

No total, serão debatidos sete projetos de lei e dois projetos de resolução, a que se junta uma outra resolução, do PSD, partido que, em junho, avançou com um programa de aposta na natalidade, avaliado em 400 a 500 milhões de euros.

Ambos os partidos propõem a criação, no parlamento, de uma comissão eventual, a do CDS-PP para o acompanhamento das iniciativas sobre a família e a natalidade e a do PSD para análise e discussão de ideias, projetos e propostas para o combate ao declínio demográfico.

Actualizado em ( Segunda, 01 Outubro 2018 21:12 )
 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga