OE2019: CDS ataca orçamento da “oportunidade perdida”
Segunda, 22 Outubro 2018 14:43    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

assuncao cristas 52A líder do CDS-PP considerou hoje uma “oportunidade perdida” o Orçamento do Estado de 2019 do Governo minoritário do PS, e admitiu que tem poucas expectativas quanto à aprovação das alternativas que o partido vai apresentar.

Assunção Cristas afirmou, numa conferência de imprensa, na sede do partido, em Lisboa, que o CDS votará contra o orçamento, mas vai apresentar alternativas, como a redução progressiva dos impostos das empresas, o IRC, além de uma descida de impostos para as empresas no interior do país.

O CDS votará contra, mas quer ser “uma oposição construtiva”, com alternativas, embora a expetativa de as ver aprovadas seja “muito baixa”.

No ano passado, recordou, todas as 91 propostas dos centristas foram chumbadas pela maioria dos partidos de esquerda.

Para Assunção Cristas, este é um “orçamento enganador” no “IRC, no IRS, na gasolina e no gasóleo, nas horas suplementares, nas novas taxas, nas reformas, na eletricidade, nas cativações e nos anúncios sem verba associada”.

Os centristas vão apresentar uma “alternativa diferente e melhor do que a que temos”, depois de “denunciar o que está mal”.

O CDS vai insistir nas reduções do IRC, geral e progressivos para todas as empresas, mas de pelo menos 10% nas regiões do interior, um reforço dos apoios na Ação Social Escolar no ensino superior.

Cristas repetiu que vai voltar a propor a eliminação da sobretaxa do imposto sobre os combustíveis, lembrando que o Governo do PS prometeu “neutralidade fiscal”.

Atacou, ainda, as propostas do executivo quanto à baixa do IVA na eletricidade, dado que “afinal só se aplica à potência contratada de 3kW, que não se aplica à maioria das famílias e empresas”.

E criticou o facto de, em 2018, Portugal já enfrentar a maior carga fiscal, e que “se reforçará em 2019”, além de também dizer que o país “continua cativo das cativações do ministro [das finanças] Mário Centeno”.

Usando uma imagem culinária, a líder centrista afirmou que, neste orçamento, o Governo “apenas se preocupa a cortar o bolo e não a fazê-lo crescer”, apontando a falta de medidas para as empresas.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga