Proposta do CDS-PP sobre Habitação votada "sozinha" na quarta-feira
Terça, 23 Outubro 2018 17:16    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

alvaro castello branco 3O CDS-PP recusou hoje adiar a votação do seu projeto de lei sobre a Habitação e retirou-o deste "pacote legislativo", adiado a pedido do PS, pelo que as medidas centristas serão votadas quarta-feira em comissão parlamentar.

A Comissão parlamentar do Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação confirmou hoje à tarde o requerimento do PS para o adiamento para dezembro deste pacote legislativo que incluía propostas.

No entanto, como o CDS-PP recusou adiar a votação das suas propostas, a comissão decidiu votar as medidas centristas na manhã de quarta-feira, para dar tempo aos deputados de analisarem algumas alterações apresentadas hoje de manhã.

O deputado do CDS-PP Álvaro Castelo Branco justificou a recusa de adiamento com a preocupação com o mercado de arrendamento e por ter "uma proposta mais competitiva" do que a do Governo.

Os centristas propõem medidas como a redução do IRS "em função da durabilidade dos contratos", nomeadamente os senhorios que realizem contratos com entre um ano e cinco anos passem a pagar 23% do IRS em vez dos 28% atuais. Os contratos entre cinco e oito anos passariam a estar sujeitos ao pagamento de 15% de IRS e os contratos com mais de oito anos 12%, salientou.

"É para todos os contratos de arrendamento. O PS propõe benefícios em termos de IRS apenas para o arrendamento acessível e não para todos os contratos de arrendamento", acrescentou.

O CDS-PP, que não teve nenhum deputado presente na reunião do grupo de trabalho parlamentar da Habitação, Reabilitação Urbana e Políticas de Cidades, realizado hoje de manhã para a votação indiciária das propostas dos vários partidos, votou contra o requerimento de adiamento do PS apenas à tarde, na comissão.

Os socialistas pediram o adiamento da votação das propostas apresentadas pelo Governo, alegando que se trata de uma matéria muito complexa, parte da qual já tem implicações na proposta de Orçamento do Estado para 2019, e que precisa de maior consenso com outros partidos.

O PS propôs que as votações sejam retomadas na primeira semana de dezembro, a tempo de as medidas entrarem em vigor no início de 2019, como previsto.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga