Tancos: Diferenças nas listas de material furtado dão razão a inquérito
Quarta, 31 Outubro 2018 12:22    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

nuno magalhaesO CDS-PP considerou hoje que as discrepâncias entre as listas de material de guerra furtado em Tancos e recuperado pela PJ Militar reforça a necessidade de apuramento de responsabilidades na comissão parlamentar de inquérito.

Em declarações à agência Lusa, o líder parlamentar do CDS-PP, Nuno Magalhães, aplaudiu a decisão do Ministério Público de fornecer as listas ao parlamento, ao contrário do que “era a obrigação” do ex-chefe do Estado-Maior do Exército Rovisco Duarte, em julho passado, que se recusou fazer, invocando estarem em segredo de justiça.

Nuno Magalhães recordou que foi o seu partido a pedir as listas e que, depois da recusa do ex-CEME pediu à comissão parlamentar de Defesa Nacional para indagar junto do Ministério Público o que estava em segredo de justiça.

A resposta da procuradoria foi positiva e agora, segundo o deputado do CDS, “confirma-se que há uma discrepância entre as listas [do que foi furtado e depois recuperado], o que só reforça a necessidade de ser esclarecido, a necessidade desta comissão de inquérito”.

Um inquérito para “apurar o grau de envolvimento, de conhecimento da parte do Governo em relação a todo o processo de Tancos, deste o furto dar armas até à sua devolução, descoberta ou recuperação, seja o que for, e a necessidade de o parlamento apurar responsabilidade políticas”.

Para Nuno Magalhães, o primeiro-ministro "deve explicações aos portugueses e ao parlamento pelas falsidades" que disse ao falar publicamente na "recuperação de todo o material furtado".

Este material, defendeu, deve agora ser enviado para a futura comissão de inquérito, quando vier a ser criada, após a sua aprovação pelo parlamento, na sexta-feira, o que deverá acontecer ainda este mês.

A listagem do material de guerra furtado em Tancos recuperado pela Polícia Judiciária Militar, em outubro de 2017, enviada à comissão parlamentar de Defesa confirma que falta recuperar cinco granadas e mais de 30 cargas de explosivos.

A lista do que falta recuperar refere “1.450 munições de 9mm, um disparador de descompressão, duas granadas de gás lacrimogéneo, uma granada ofensiva, duas granadas ofensivas de corte para instrução, 20 cargas lineares de corte CCD20 e 15 cargas lineares de corte CCD30”.

A informação consta de um documento, a que a Lusa teve acesso na terça-feira, enviado pelo Ministério Público à comissão parlamentar de Defesa Nacional, que tinha solicitado à Procuradoria as listas do material furtado dos paióis de Tancos e as listas do que efetivamente foi recuperado.

O furto do armamento dos paióis de Tancos foi noticiado em 29 de junho de 2017, e, quatro meses depois, foi recuperada parte das armas.

Em setembro, a investigação do Ministério Público à recuperação do material furtado, designada Operação Húbris, levou à detenção para interrogatório de militares da Polícia Judiciária Militar e da GNR.

Na mesma altura, foi noticiada uma operação de encenação e encobrimento na operação, alegadamente organizada por elementos da Polícia Judiciária Militar, que dela terão dado conhecimento ao chefe de gabinete do ministro da Defesa, Azeredo Lopes, que, entretanto, se demitiu.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga