Assunção Cristas considera lamentável "aparente crise" no PS
Sexta, 16 Novembro 2018 22:49    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

cristas torreira 2A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, considerou hoje lamentável a “aparente crise” no PS relacionada com uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2019 para reduzir o IVA da tauromaquia de 13 para 6%.

A proposta apresentada pela bancada parlamentar do PS surgiu depois de o CDS ter anunciado que iria apresentar no parlamento uma proposta de baixa do IVA da cultura para todos os setores sem exceção, repondo a situação que existia antes da ‘troika’.

Assunção Cristas disse que esta proposta do CDS se “transformou numa aparente crise dentro do próprio PS, com o primeiro-ministro e secretário geral do PS em choque com o seu presidente e líder da bancada parlamentar”.

“É um espetáculo que eu acho que é lamentável, de uma crise que é antes de mais do PS, mas que tem reflexos no país”, disse Assunção Cristas.

A presidente do CDS-PP falava aos jornalistas na Torreira, Murtosa, onde esteve reunida com vários pescadores para assinalar o Dia Nacional do Mar.

“Hoje, no Dia Nacional do Mar quisemos estar aqui junto dos pescadores para sinalizar este dia. E o mar tem a ver com muitas atividades, mas também tem a ver sempre com uma atividade principal que é a da pesca, que não podemos deixar esquecida”, disse Assunção Cristas.

A presidente do CDS-PP ouviu queixas dos pescadores sobretudo sobre o preço dos combustíveis e o atraso do Estado no pagamento do apoio à gasolina para as embarcações de pesca.

“Dê mais um toquezinho ao nosso governante para ver se mete a mão à gasolina, porque isto não se admite. Estamos à espera há sete e oito meses e ainda não veio o apoio da gasolina. Agora vem o natal e eu preciso desse dinheiro”, disse Manuel Bastos, um dos pescadores interpelado pela presidente do CDS-PP.

Sobre esta matéria, Assunção Cristas anunciou o compromisso de o seu partido apresentar uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2019 para “majorar o apoio do gasóleo colorido”, considerando que se trata de “um custo muito elevado para se poder manter esta atividade de pequena pesca”.

A presidente do CDS-PP disse ainda que irá apresentar uma pergunta ao Governo para saber o que se passa com o pagamento do apoio da gasolina.

 

Deputados CDS

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Lisboa Presidente do CDS-PP

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga