Assunção Cristas insiste que economia podia ter crescido bastante mais
Terça, 18 Dezembro 2018 20:57    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

assuncao cristas vimioso press 1A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, lamentou hoje que o Governo não tenha dado condições para o investimento, reiterando que a economia portuguesa poderia ter crescido bastante mais.

"O Governo não foi capaz de pôr a economia portuguesa a crescer bem acima daquilo que está a crescer porque não cuidou das condições para o investimento", afirmou Assunção Cristas, em declarações aos jornalistas à margem de uma visita a um lagar de azeite no concelho de Vimioso, no distrito de Bragança.

O Banco de Portugal (BdP) piorou hoje as projeções de crescimento de Portugal, esperando que o Produto Interno Bruto (PIB) aumente 2,1% este ano e 1,8% no próximo, desacelerando progressivamente o ritmo de crescimento até aos 1,6% em 2021, no seu boletim económico de dezembro.

"O Governo não deu as condições necessárias para o investimento, que poderia ser bem maior. Estamos a falar dos fundos comunitários a chegarem ao terreno atempadamente e com previsibilidade, mas estamos também a falar do tudo que tem a ver com o regime fiscal e os impostos que não baixaram, como é o caso do IRS e IRC, a fim de estimular o investimento em diversas áreas", sublinhou a líder centrista.

Assunção Cristas, à passagem por uma unidade de transformação de azeitona, situada na localidade do Campo de Víboras, em pleno interior transmontano, lembrou ainda que o CDS-PP apresentou no parlamento "um verdadeiro estatuto" de benefício fiscal para interior, para ajudar a impulsionar a economia "e que foi rejeitado".

O banco central antecipou que a economia portuguesa cresça 2,1%, menos 0,2 pontos percentuais do que o esperado em outubro, e abaixo dos 2,3% estimados pelo Governo, com as previsões do crescimento das exportações a caírem também dos 5% (de outubro) para os 3,6%.

"O Governo não cuidou de aproveitar a boa oportunidade que teve e a conjuntura externa, infelizmente já não é tão boa", insistiu.

As projeções macroeconómicas do BdP, que atualizam as projeções macroeconómicas para o período 2018-20 e divulgam, pela primeira vez, projeções para 2021, estimam que a economia portuguesa deva prosseguir uma trajetória de crescimento da atividade, embora "em desaceleração", em linha com as projeções para o mesmo período publicadas para o conjunto da área do euro pelo Banco Central Europeu (BCE).

No quarto e último Orçamento do Estado da presente legislatura, no que respeita ao cenário macroeconómico, o Governo visa atingir um défice de 0,2%, uma dívida na ordem dos 118,5% do PIB, um crescimento de 2,2% e uma taxa de desemprego que ronde os 6%.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga