Assunção Cristas diz que “não seria elegante” comentar crise no PSD e que a sua preocupação é o CDS
Sexta, 11 Janeiro 2019 19:35    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

assuncao cristas press 5out 3A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, recusou hoje comentar a crise de liderança do PSD, considerando que “não seria elegante”, e sublinhou que o seu foco está no partido que lidera.

“Eu não faço nenhum comentário sobre questões internas de nenhum partido político, muito menos de um partido amigo, que tem uma história com o CDS, e que certamente, no futuro, também poderá vir a ter”, começou por dizer Cristas aos jornalistas.

A líder do CDS-PP falava à margem do segundo dia da primeira Convenção da Europa e da Liberdade, organizada pelo Movimento Europa e Liberdade (MEL), e que decorreu esta manhã em Lisboa.

“Eu sou líder do CDS, a minha preocupação tem de ser com o CDS”, destacou, assinalando que “cada um tratará das suas questões”.

Lembrando já ter convivido com Pedro Passos Coelho, e agora com Rui Rio enquanto presidentes do PSD, Cristas apontou que “certamente” a preocupação dos dois partidos é “ser o melhor para o país”.

“E o melhor para o país, no nosso entender, é trabalhar para contribuir mais ativamente e mais significativamente para 116 deputados no espaço político de centro-direita. Essa é a minha preocupação, é aumentar a contribuição do CDS para uma mudança, para uma verdadeira alternativa política”, advogou.

Por isso, é esse o foco do CDS neste momento.

“É aí que eu tenho de estar focada. Naturalmente não posso estar focada, nem é sequer meu dever, nem seria elegante, estar a olhar para aquilo que se passa nos partidos que estão à nossa volta”, considerou.

Questionada sobre mudanças na estratégia adotada pelo CDS, quando se disputam eleições legislativas em outubro, a presidente do CDS salientou que as linha do partido está “definida desde 2016”.

“O CDS tem a sua estratégia definida, ela continuará a ser a mesmo independentemente daquilo que sejam possíveis mudanças noutros partidos”, afirmou, rejeitando a possibilidade de integrar um bloco central.

 

Deputados CDS

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Lisboa Presidente do CDS-PP

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga