Tancos: CDS quer relatórios do oficial de dia na noite do furto
Quarta, 23 Janeiro 2019 21:38    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

tancos

O CDS-PP pediu hoje que o Exército envie com urgência à comissão parlamentar de inquérito de Tancos as comunicações dos militares encarregues da segurança na noite do furto, em junho de 2017.

Em declarações aos jornalistas, no parlamento, em Lisboa, o deputado centrista António Carlos Monteiro afirmou que a comissão recebeu os relatórios do oficial de dia que estava de serviço nessa noite, mas está em falta o anexo das comunicações feitas depois de ter sido feito o assalto.

Assim, “não se sabe com quem falaram, quando falaram e o que disseram”, nem quando falaram os militares que estavam responsáveis pela segurança, precisou.

Esta documentação, afirmou, “é essencial” para se “perceberem os procedimentos” adotados após o furto.

Os centristas esperam que o Exército remeta essa documentação ainda hoje, dado que vai ser ouvido o comandante da unidade que tinha a responsabilidade da segurança das instalações de Tancos na noite do furto, coronel João Paulo de Almeida.

Os documentos chegaram à comissão durante a audição, mas o CDS estava ainda a averiguar se estavam todos os anexos pedidos.

A comissão de inquérito ao furto de Tancos, insistiu, “tem que apurar todas as responsabilidades, doa a quem doer”.

Segundo António Carlos Monteiro, nessa noite não foram feitas nem rondas, nem os militares tinha veículo para fazer a vigilância.

E em vez dos oito homens, o efetivo tinha seis homens que, pelas informações de que dispõe, “estavam na casa da guarda a dormir”.

A comissão de inquérito para apurar as responsabilidades políticas no furto de material militar em Tancos, que tem previstas audições a mais de 60 personalidades e entidades, vai decorrer até maio de 2019, e é prorrogável por mais 90 dias.

O furto do material militar, entre granadas, explosivos e munições, dos paióis de Tancos foi noticiado em 29 de junho de 2017.

O caso do furto de armas em Tancos ganhou importantes desenvolvimentos em 2018, tendo sido detidos, numa operação do Ministério Público e da Polícia Judiciária, sete militares da Polícia Judiciária Militar (PJM) e da GNR, suspeitos de terem forjado a recuperação do material em conivência com o presumível autor do roubo.

Actualizado em ( Sábado, 26 Janeiro 2019 17:06 )
 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga