AR aprova condenação de episódios de violência e solidariza-se com forças de segurança
Sexta, 25 Janeiro 2019 20:29    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

psp agente

O parlamento aprovou hoje um voto apresentado pelo CDS-PP, em conjunto com o PSD, de condenação pelos recentes episódios de violência na Grande Lisboa e de solidariedade para com as forças de segurança.

O texto contou com votos favoráveis do PS, além das duas bancadas proponentes, e com a abstenção dos restantes partidos, bem como da deputada socialista Isabel Moreira e do deputado não inscrito Paulo Trigo Pereira.

“Nos últimos dias, Portugal assistiu a uma série de episódios de inaceitável violência, contra agentes da autoridade, cidadãos, uma esquadra da PSP, vários automóveis e propriedade pública e privada”, refere o texto, que não fala em concreto da intervenção policial do passado domingo no Bairro da Jamaica, no concelho do Seixal (Setúbal).

No texto, diz-se condenar “todo o tipo de violência”, incluindo “a que é exercida contra agentes da autoridade que, em nome do Estado, agem para a proteção de todos os portugueses e dos seus bens”.

“A circunstância exige: a ponderação e a responsabilidade de todos os intervenientes e, da parte do poder político, a condenação de todos os incidentes; a garantia do exercício de todos os mecanismos previstos na lei para a proteção dos direitos, liberdades e garantias de todos; e, ao mesmo tempo, a solidariedade a todas as mulheres e homens das forças de segurança”, referem.

“Neste sentido, a Assembleia da República manifesta a sua condenação pelos recentes episódios de violência e presta a sua solidariedade às forças e serviços de segurança”, acrescenta o voto hoje aprovado.

 

Actualizado em ( Sábado, 26 Janeiro 2019 21:29 )
 

Deputados CDS

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga