Nuno Melo ofendido por palavras de Mamadou Ba à polícia
Segunda, 28 Janeiro 2019 23:29    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

NUNO MELO JORN BRAGA 2O pingue-pongue entre a esquerda e a direita no rescaldo da intervenção da polícia no Bairro da Jamaica. Desta vez, foi Nuno Melo, cabeça de lista do CDS às europeias, que criticou a esquerda, sobretudo o Bloco, por causa das palavras do assessor do partido, Mamadou Ba, que num post de uma rede social escreveu “bosta da bófia”.

Melo disse ficar ofendido com a expressão, “Não é por ser senegalês, nem de qualquer etnia”, afirmou o deputado, citado pelo "Público".

“Chamar bosta da bófia é inominável e inqualificável”, afirmou, referindo-se a Mamadou Ba, assessor do BE e líder da associação SOS Racismo.

O discurso do centrista encerrou o jantar do primeiro dia de jornadas parlamentares dos centristas, em Braga, perante cerca de 200 pessoas. Melo frisou ainda que que nunca viu “uma palavra de condenação” pela esquerda quando um polícia é atacado.

O vice-presidente do CDS recordou que o Mamadou Ba é “um cidadão senegalês” que está em Portugal com “o acolhimento que lhe é devido”.

“Só exigimos uma coisa: que respeitem as nossas leis”, afirmou.

Depois relembrou a invocação de António Costa no Parlamento. O primeiro-ministro falou da cor da sua pele no debate quinzenal da semana passada.

“Era como se Assunção respondesse [a António Costa]: está a responder-me assim por eu ser mulher?”, disse.

Telmo Correia, deputado eleito por Braga, defendeu sobre o mesmo assunto que a resposta do primeiro-ministro representou o “grau mais baixo” e que “bateu no fundo”.

“Vindo de quem é, eu conheço há muitos anos, é um privilegiado, o primeiro-ministro não é vítima, vítima são os portugueses”, afirmou.

 

Risco de bancarrota

Noutra matéria, Melo alertou o risco do Governo do PS levar de novo o país à bancarrota e acusou PCP e BE de quererem uma nova revolução.

"A nossa dívida é a nossa tragédia", afirmou o candidato às europeias.

O vice-presidente do CDS disse estar farto de pagar "as bancarrotas do PS", dando o exemplo "dessa luminária chamada José Sócrates", ex-primeiro-ministro socialista, e sublinhou que, com o atual executivo, de António Costa, a dívida pública continua a subir.

Nuno Melo fez também um duro ataque aos dois parceiros de esquerda do PS na maioria parlamentar que suporta Costa, afirmando que PCP e BE estão "ao lado da ditadura" de Nicolas Maduro na Venezuela.

De paralelismo em paralelismo, afirmou que, se pudessem, os dois partidos, por terem um pensamento totalitário", defenderiam o mesmo em Portugal.

Aceitar o voto de comunistas e bloquistas é aceitar "realizar em 2019 o PREC que não conseguiram em 1974", disse.

 

Actualizado em ( Quinta, 31 Janeiro 2019 14:25 )
 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga