CDS acusa Governo de omissão: devia ter sido mais firme "antes dos incidentes serem diários"
Segunda, 28 Janeiro 2019 09:39    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

nuno magalhaes varandaNuno Magalhães critica a atitude do Governo perante os recentes incidentes na periferia. Nestas jornadas já em clima de campanha para as europeias, o CDS não hostiliza o PSD, mas garante que um voto no CDS não viabiliza Costa.

"Quem olha muito para o lado ou para trás, normalmente tem acidentes porque não olha para a frente" - a metáfora utilizada por Nuno Magalhães, em entrevista à TSF, visa mostrar o empenho que o CDS coloca em "estar um passo à frente" nas eleições marcadas para este ano. O grande objetivo é "ter o maior número possível" entre os 116 deputados que podem formar uma maioria de centro direita.

As Jornadas Parlamentares do CDS decorrem em Braga, distrito onde o partido "tem muita tradição" e onde elegeu, em 2015, três deputados em coligação com o PSD.

Existe, por isso, uma intenção clara de não hostilizar o PSD, "um partido próximo, com o qual o CDS se entende e não tem problemas nenhuns em tirar fotografia, ao contrário de outros", ironiza Nuno Magalhães.

Mas também fica um recado clarificador: "Quem votar no CDS não estará indiretamente a votar no Dr. António Costa. Não será um voto para viabilizar o Governo de António Costa", vinca o líder parlamentar do CDS. Questionado sobre se gostava de ver essa clarificação por parte do PSD, Nuno Magalhães remete a resposta para os social-democratas e garante que, "por parte do CDS, as coisas estão claras".

As primeiras eleições são as europeias e o líder parlamentar do CDS assume que o partido "já está em campanha". Nas Jornadas Parlamentares que vão decorrer esta segunda e terça-feira em Braga, o CDS dá palco a Nuno Melo, cabeça de lista e recandidato a um lugar no Parlamento Europeu, e ao número dois da lista, Pedro Mota Soares, num debate sobre os fundos de coesão, agendado para a tarde de hoje.

Na agenda está também um almoço-debate sobre o artigo 13.º da Diretiva Europeia dos Direitos de Autor, que prevê o uso de filtros automáticos que bloqueiam previamente as publicações cujos conteúdos violem os direitos de autor.

O CDS convidou "youtubers", que não puderam estar fisicamente presentes, mas Nuno Magalhães adianta que, "graças às novas tecnologias", poderá haver "uma surpresa" na conversa que conta também com a presença da representante da Comissão Europeia em Portugal, Sofia Colares Alves, e de João Salcedo, dos Azeitonas.

 

(In)Segurança interna?

Desde sempre uma bandeira do CDS, o tema da Segurança também marca presença nestas Jornadas Parlamentares, num debate para o qual foram convidados José Manuel Moura, especialista em proteção civil, José Miguel Trigoso, presidente da Prevenção Rodoviária Portuguesa, e Carlos Anjos, antigo inspetor da Polícia Judiciária.

Nuno Magalhães critica o Governo por não ter assumido desde cedo uma posição mais firme "antes dos incidentes serem diários". "O Governo tem sido omisso o que é uma forma de irresponsabilidade", acusa o dirigente centrista, que critica ainda "declarações incendiárias" de outros setores, numa crítica à posição assumida por vozes do Bloco de Esquerda nos recentes incidentes no bairro da Jamaica.

"Há algum tempo que o CDS vinha alertando que haviam determinadas bolsas em Lisboa, Setúbal e Porto onde se via um sentimento de impunidade, a exclusão social e eventuais dificuldades económicas", afirma Nuno Magalhães, registando ainda assim que "Portugal é um país seguro e assim deve continuar".

Os trabalhos encerram na terça-feira, com a intervenção da Presidente do CDS, Assunção Cristas.

 

Fonte: TSF

 

Actualizado em ( Quinta, 31 Janeiro 2019 10:13 )
 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga