O CDS é frontalmente contra a criação de impostos europeus à revelia dos portugueses
Quarta, 06 Fevereiro 2019 19:14    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

assuncao cristas debate quinzenalAssunção Cristas desafiou António Costa a dizer que, no quadro europeu, o Governo prescindia do “direito a veto” na decisão sobre criação de impostos europeus “nas costas dos portugueses”.

Portugal “está a prescindir de um direito de soberania", acusou.

António Costa afirmou que, a serem criados, estes impostos não atingem diretamente os portugueses, mas sim as grandes multinacionais, por exemplo, da área digital.

E contrapôs que o princípio da unanimidade favoreceu os "países que querem ser paraísos fiscais", nessas áreas, como a digital.

Por duas vezes, a líder centrista disse que, se se confirmar que Portugal prescinde do princípio da unanimidade, “prescinde do veto” à criação de impostos europeus que podem atingir os contribuintes.

“Hoje a Google, amanhã o mar português”, alertou.

António Costa contrapôs que se poderá fazer “à escala europeia” o que não se faz a nível nacional e deu o exemplo das “pequenas e médias” empresas, como cafés, questionando se achava justo que essas pagassem impostos e as outras, as grandes empresas, “não paguem aqui nem” ao nível europeu.

Já no fim deste frente-a-frente, tanto Assunção Cristas como António Costa admitiram esta divergência.

“Entende que de hoje para amanhã podem ser criados impostos contra a vontade de Portugal. O CDS é frontalmente contra”, afirmou Assunção Cristas.

António Costa registou a diferença de posições e comentou que “essas são as boas divergências” que podem existir entre o executivo e um partido.

Ainda durante o debate, Cristas questionou Costa sobre as medidas para apoiar os cuidadores informais e as pessoas cuidadas, que vão ser aprovadas na quinta-feira, em Conselho de Ministros.

“Será um verdadeiro estatuto do cuidador ou são regras isoladas?”, questionou, depois de registar a coincidência de também estar previsto para quinta-feira o anúncio da proposta centrista para os cuidadores informais.

O chefe do executivo não respondeu em concreto à líder do CDS-PP, remetendo-a para o texto da proposta de lei que será aprovada pelo Governo.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga