Voto de Condenação e Solidariedade pela invasão do quartel dos Bombeiros de Borba e subsequente agressão dos Bombeiros Voluntários de piquete
Terça, 05 Novembro 2019 19:00    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

bombeiros borbaDe acordo com o noticiado, na madrugada do passado sábado, dia 2 de novembro, por volta das 00.30 horas, um grupo de aproximadamente 20 pessoas invadiu o Quartel dos Bombeiros Voluntários de Borba, a pretexto de obterem socorro para alguém que estaria inconsciente, partiu vidros e agrediu vários voluntários daquela corporação.

Estes factos constituem mais um exemplo do cada vez maior desrespeito pelas entidades e corporações que prestam serviços de socorro público, particularmente visível no que respeita às forças de segurança.

Confrontado com estes factos, o Ministro da Administração Interna desvalorizou o incidente, limitando-se a repetir a narrativa sobre Portugal como o 3.º país mais seguro do Mundo. Esta reação do Ministro da Administração Interna confirma que quem não está seguro, em Portugal, são as forças de segurança, as corporações de bombeiros e as demais equipas de voluntários e de profissionais que asseguram, em permanência, a emergência e a proteção civil. Ela contribui, sobretudo, para desenganar quem espera do Ministro da Administração Interna uma postura de defesa destas pessoas – que desempenham funções que constituem tarefas fundamentais do Estado – quanto às agressões de que são vítimas no desempenho das suas funções, que aumentam em frequência e no grau de violência e agressividade com que são cometidas.

E ela desilude todos os Portugueses, que esperam do Ministro da Administração Interna algo mais que a mecânica repetição da narrativa de que tudo está bem e não há motivo para preocupação.

Há motivo para preocupação, há motivo para descontentamento, há motivo para desilusão e a Assembleia da República deve demonstrá-lo.

Assim, a Assembleia da República, reunida em sessão plenária, manifesta a sua mais veemente condenação pelos crimes de que foram alvo os voluntários da corporação dos Bombeiros Voluntários de Borba, bem como a própria corporação, exprimindo a sua solidariedade para com os homens e mulheres das forças de segurança e das equipas de emergência e proteção civil que, no desempenho das suas missões, garantem a segurança de todos nós.

 

Deputados CDS

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Lisboa Presidente do CDS-PP

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga