CDS questiona Governo sobre encerramento da Escola Básica Costa Cabral devido a falta de funcionários
Sexta, 29 Novembro 2019 00:00    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

escola costa cabral portoNuma pergunta dirigida ao Ministro da Educação, as deputadas do CDS Cecília Meireles e Ana Rita Bessa querem saber se a tutela vai resolver o problema da falta de funcionários na Escola Básica Costa Cabral, no Porto.

A falta de funcionários na Escola Básica Costa Cabral, do Agrupamento de Escolas de Eugénio de Andrade, no Porto, obrigou a instituição a fechar as portas ontem, quinta-feira, situação que poderá repetir-se já na próxima semana, uma vez que dos 11 assistentes e técnicos operacionais que deveria ter alocados desde o início do ano, apenas seis se encontram ao serviço.

Com um número visivelmente insuficiente de funcionários não docentes, a escola não consegue garantir as condições mínimas de segurança aos cerca de trezentos alunos, 15 dos quais têm necessidades educativas especiais.

Esta situação, que afeta a componente letiva e não letiva dos alunos do pré-escolar e do ensino básico, agravou-se devido à apresentação de atestado de baixa médica de dois dos funcionários da escola.

Os pais dos menores foram avisados que a escola iria encerrar no final da tarde da passada quarta-feira, através de um anúncio no afixado no estabelecimento de ensino.

Cecília Meireles e Ana Rita Bessa querem saber se o Ministro da Educação tem conhecimento desta situação e como pensa solucionar o problema da falta de trabalhadores não-docentes na Escola Básica Costa Cabral, e, ainda se o Ministério vai entrar em contacto com a direção do Agrupamento de Escolas de Eugénio de Andrade e apresentar uma solução e qual.

 

Deputados CDS

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Lisboa Presidente do CDS-PP

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga