Covid-19: CDS quer medidas do Governo para combater efeitos da pandemia nos Açores e Madeira
Quinta, 26 Março 2020 20:26    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

coronavirusO grupo parlamentar do CDS na Assembleia da República (AR) recomendou hoje ao Governo a implementação de "medidas excecionais que permitam combater os efeitos negativos da pandemia" de covid-19 na economia dos Açores e da Madeira.

Em nota dos centristas açorianos enviada à imprensa, é referido que este trabalho foi tido em conjunto entre os deputados à AR e o CDS dos Açores e da Madeira, e um dos pedidos do partido liderado por Francisco Rodrigues dos Santos é a "suspensão das regras de equilíbrio orçamental nas regiões autónomas" e que os empréstimos para recuperação de empresas "não constem da dívida total das regiões".

No caso concreto dos Açores, onde o CDS é liderado por Artur Lima, é referido que a região, "pela sua natureza arquipelágica e devido à sua dispersão geográfica", precisa de "implementar medidas de auxílio às empresas dos setores mais afetados, que poderão impedir o cumprimento das regras definidas na Lei de Finanças Regionais".

Como tal, é "necessária a suspensão da aplicação das regras de equilíbrio orçamental e a autorização da ultrapassagem do limite ao endividamento regional", advogam os centristas.

Para Artur Lima, “é imprescindível que as regiões autónomas tenham as mesmas ferramentas financeiras que a União Europeia providenciou aos Estados-membros" e, portanto, "é fundamental" que o Governo liderado por António Costa "flexibilize as regras orçamentais por forma a que a região tenha os meios financeiros necessários para a implementação de medidas" tidas por necessárias para apoiar a tesouraria das empresas para que estas "se mantenham em atividade e para que se protejam os postos de trabalho".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Em Portugal, registaram-se 60 mortes, mais 17 do que na véspera (+39,5%), e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 549 novos casos em relação a quarta-feira (+18,3%).

Dos infetados, 191 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Nos Açores há a registar 24 casos positivos para infeção pelo novo coronavírus, sendo seis na ilha Terceira, três no Faial, sete em São Jorge, cinco em São Miguel e três no Pico.

Na Madeira há 20 casos.

 

Deputados CDS

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga