Covid-19: CDS-PP quer saber quantas vacinas vai Portugal adquirir e quando chegam
Quarta, 06 Janeiro 2021 10:26    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

ana rita bessa 2Numa pergunta endereçada hoje ao Governo através do parlamento, a deputada Ana Rita Bessa pede que a tutela confirme a informação transmitida pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, de que Portugal integra "mecanismos de aquisição" da vacina.

Os centristas querem saber "que mecanismos são esses e com que empresas estão a decorrer as negociações", bem como "quantas encomendas foram, ou serão feitas, ao abrigo destes mecanismos de aquisição de vacinas".

"Que quantidade de vacinas espera o Governo a adquirir?", questiona igualmente o partido, pedindo para conhecer o "calendário previsível para a entrega dessas vacinas".

O CDS pergunta ainda se "são as condições comerciais idênticas às que foram negociadas através da compra conjunta da União Europeia" (UE).

"Naturalmente que o CDS saúda o Governo por desenvolver todos os esforços para que consigamos ter mais vacinas, o mais depressa possível. No entanto, e tendo em conta que Portugal está inserido no grupo de aquisições conjuntas feitas pela União Europeia, face a estas declarações da senhora diretora-geral da Saúde, é necessário esclarecer se os 'múltiplos mecanismos de aquisição das vacinas' em que afirmou que Portugal se encontra, são mecanismos fora das negociações desencadeadas pela UE e, se sim, em que termos estão a decorrer essas negociações", considera o partido.

O grupo parlamentar democrata-cristão justifica ainda a pergunta com a "relevância de o parlamento estar a par das negociações do Governo relativas à aquisição de vacinas contra a covid-19" e realça "ser imprescindível obter esclarecimentos da parte da senhora ministra da Saúde".

A campanha de vacinação contra a covid-19 iniciou-se em Portugal em 27 de dezembro com a inoculação de profissionais de saúde nos hospitais. Na segunda-feira, foi alargada aos lares de idosos.

A vacina que está a ser administrada é a do consórcio Pfizer-BioNTech, para cujo uso de emergência foi aprovada em 21 de dezembro pela Agência Europeia do Medicamento.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.869.674 mortos resultantes de mais de 86,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.377 pessoas dos 446.606 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

Deputados CDS

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Presidente do Grupo Parlamentar  

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto  

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Pedro Morais Soares

Círculo Eleitoral Lisboa