Requerimento para audição urgente do CRUP e do CCISP sobre ensino à distância no corrente ano letivo
Terça, 02 Março 2021 15:38    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

ensino-superiorO Grupo Parlamentar do CDS quer ouvir no Parlamento, com urgência, o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) e o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), a fim de que possam dar conta de como pretendem lidar com um conjunto de matérias a ponderar em face do ensino à distância no corrente ano letivo e outras questões.

No requerimento dirigido ao presidente da Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto, a deputada Ana Rita Bessa refere que o GP/CDS tem recebido várias questões e pedidos de intervenção sobre estas matérias.

A deputada do CDS recorda que pelo segundo ano letivo consecutivo, o ensino superior vê forçada a migração para o ensino à distância para evitar a propagação da COVID-19, e que há quase um ano que as salas de aulas, os laboratórios e os anfiteatros das universidades e institutos politécnicos estão praticamente vazios, e muitos estudantes não têm as condições adequadas para acompanhar as aulas e garantir o retorno do seu esforço ou investimento.

Por outro lado, o ensino à distância inibe a verdadeira experiência de vida no “campus”, o convívio entre estudantes, a criação de redes e contactos para o futuro e, muito importante, dificulta o confronto de ideias e a discussão, essenciais para a apropriação e consolidação do conhecimento.

Tal como aconteceu no ano letivo passado, os calendários letivos – e épocas de exames – podem vir a ser prolongados, sobretudo no caso dos cursos que têm uma vertente mais prática ou exigem a realização de estágios.

Perante esta realidade, e pese embora o esforço de adaptação das instituições de ensino superior, as universidades e os politécnicos terão um conjunto de decisões a ponderar, designadamente:

. quanto ao combate ao abandono escolar;

. quanto à avaliação dos alunos, para garantir o seu valor e justiça;

. quanto à avaliação dos docentes, tendo em conta que, em alguns casos, o seu tempo terá sido empregue na dimensão pedagógica do ensino a distância e menos na componente de investigação; e

. quanto ao prazo dos contratos a termos de docentes em atividade no segundo semestre.

 

Deputados CDS

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Presidente do Grupo Parlamentar  

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto  

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Pedro Morais Soares

Círculo Eleitoral Lisboa