CDS-PP pede reforço da proteção do património nacional através de sistemas de videovigilância
Sexta, 13 Agosto 2021 12:56    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

padrao com policiaO CDS-PP entregou esta sexta-feira um projeto de resolução no Parlamento que recomenda ao Governo o reforço de meios de proteção do património nacional, incluindo sistemas de videovigilância.

Os centristas lamentam que sejam cada vez mais frequentes os atos de vandalismo para com património português, apontando para caso recente do Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, – que foi vandalizado no domingo com um ‘graffiti’ com cerca de 20 metros, escrito em inglês –.ou o ataque à estátua de Padre António Vieira, em junho do ano passado, quando foi escrita a vermelho com a palavra 'descoloniza'.

Entre as medidas, o CDS apela ao Executivo que tome as diligências necessárias "com vista ao reforço dos meios de salvaguarda e vigilância, tanto do património nacional como do património cultural e histórico, urbano e outro" e "sempre que possível" que sejam garantidos meios de videovigilância.

"A valorização do património histórico e cultural de qualquer país é a melhor forma de as gerações contemporâneas homenagearem as suas antecessoras e assegurarem a transmissão dos valores nacionais às gerações vindouras. Por outro lado, o bem público, enquanto conceito, tenha ele um caráter histórico ou não, deve ser preservado, porquanto resulta de um investimento do Estado, financiado por todos nós e para a satisfação de necessidades da comunidade", pode ler-se no documento.

Lamentando que em 2001 tenha sido rejeitado o projeto de lei apresentado pelo CDS que estabelecia medidas de proteção do património urbano, o partido insiste na necessidade de garantir o reforço de meios de proteção do património nacional.

"O dano resultante deste tipo de atos assume grande relevo, condicionando decisivamente o quotidiano dos cidadãos. Não só pelo carácter avultado dos prejuízos materiais que provoca, como pela insegurança e falta de confiança que induz, atingindo normalmente equipamentos coletivos e de utilização pública", acrescenta.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou na segunda-feira que uma cidadã francesa é a principal suspeita do ato de vandalismo no Padrão dos Descobrimentos, que já terá praticado atos de semelhantes noutros locais.

O monumento foi vandalizado no domingo com um 'graffiti' com a sseguinte mensagem em inglês, "Blindly sailing for monney [sic], humanity is drowning in a scarllet [sic] sea lia [sic]", que pode sder traduzido como "Velejando cegamente por dinheiro, a humanidade afunda-se num mar escarlate". A suspeita já terá saído do país, mas a PJ continua a investigar o caso.

 

Deputados CDS

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Presidente do Grupo Parlamentar  

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto  

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Pedro Morais Soares

Círculo Eleitoral Lisboa