Parlamento aprova votos sobre conflito laboral no porto de Setúbal
Quinta, 29 Novembro 2018 16:34    Versão para impressão

plenario arA Assembleia da República aprovou hoje, por maioria, votos de BE, PCP e CDS-PP sobre o conflito laboral no porto de Setúbal, que se prolonga desde 05 de novembro.

Foram apresentados três textos diferentes sobre o conflito: dois votos de BE e PCP de solidariedade para com os estivadores e um do CDS-PP de preocupação pela situação no porto de Setúbal.

O texto do Bloco foi aprovado, por maioria, com o voto contra do PSD e a abstenção do CDS-PP e o voto do PCP recebeu a abstenção dos sociais-democratas e dos democratas-cristãos.

O voto de preocupação do CDS-PP teve os votos favoráveis do PSD, dos centristas, do PAN, o voto contra de PCP, BE e PEV e o PS absteve-se.

No voto do CDS-PP é manifestada a preocupação do partido pelo “impacto negativo" que o conflito tem e poderá ter para a economia nacional, com os democratas-cristãos a reconhecerem igualmente “situações de precariedade abusiva” no porto de Setúbal.

“A Assembleia da República manifesta preocupação com o arrastar da situação laboral no porto de Setúbal e insta as partes e o Governo a chegarem a um entendimento, através do diálogo social, e no respeito da Constituição da República Portuguesa e cumprimento da Lei”, é referido no texto dos democratas-cristãos.